O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deixou esta tarde os Cuidados Intensivos do hospital St. Thomas, em Londres, anunciou Downing Street, nesta quinta-feira.

Boris Johnson deixou a UCI ao fim de três noites, para onde foi transferido depois de os sintomas de Covid-19 se terem agravado durante o isolamento domiciliário.

O chefe do governo vai permanecer, contudo, hospitalizado e "vigiado de perto" pelos médicos durante "a fase inicial da sua recuperação".

Um porta-voz de Downing Street sublinhou, ainda, que Boris Johnson está "extremamente bem disposto".

O primeiro-ministro britânico deu entrada no hospital no domingo, "por precaução", para a realização de exames devido a sintomas persistentes de Covid-19 depois de dez dias em casa. Na segunda-feira foi transferido para os Cuidados Intensivos devido ao agravamento dos sintomas.

Boris Johnson anunciou, a 27 de março, que estava infetado e que os "sintomas ligeiros" permitiam-lhe continuar a trabalhar desde Downing Street, por videoconferência.

O número de mortes por Covid-19 no Reino Unido subiu para 7.978, anunciaram as autoridades de saúde britânicas, no balanço desta quinta-feira.

Nas últimas 24 horas morreram mais 881 doentes e foram conhecidos mais 4.344 contágios.

Há, assim, a registar mais de 65.000 casos positivos, dos quais 16.784 estão hospitalizados.

Catarina Machado